Hoje é dia de FEIRA e…. NENUCOS

x

Olá meus amigos e amigas, pois bem mais uma aventura desta feita na Feira de Espinho.
Esqueci-me por completo como era INICIO do mês aquilo iria estar a abarrotar e ESTAVA 🙂
Quando chego ao recinto da feira, vi que a coisa iria correr de forma muitoooooooooooo estranha.
Encontro aqueles “índios” Maya’s a tocar harmónicas mas uma música muito fora do normal … A musica dos encontros imediatos do 3º grau, com remix quase de discoteca.

https://www.youtube.com/watch?v=KLDXOme3bW4

Eu disse para mim mesmo, “Nuno põem-te fino que a coisa vai ficar preta”.

Fiquei convencido que ainda iria dar de cara com um homenzinho verde de antenas na cabeça, junto à banca dos vegetais a comprar brócolos para a sopa.(A pedido da Marciana…claro).
Ouvi dizer que os brócolos não se dão muito bem em Marte, acho eu que é pela falta de água.
Mas continuando…
Entro no recinto da feira propriamente dito, cheio de gente a necessitar de H2o. Ok, estamos na chamada época de incêndios, mas tomar uma banhoca de x enquanto não faz mal a ninguém e não vai dificultar a vida dos bombeiros por causa da falta de água.

Muita barraca, muita agitação…a FEIRA 🙂 🙂 🙂

Avanço naquele mar de gente, eu de sandálias pois no dia anterior tinha dado cabo de um dedo do pé ao sair da água. E não podia usar sapatilhas.
Basicamente dei uma valente pancada num calhau na praia.
E assim um dedo resolveu ficar mais moreno do que os outros.

dedo

Voltando à feira…
Eu tentando não ser calcado no o referido dedo, fui atropelado varias vezes pelos carrinhos das velhotas cheios de compras… dói …quando passa uma daquelas rodinhas por cima de um dedo moreno, acreditem que dói.

Como um azar nunca vem só, e este azar vinha equipadíssima de capacete, cotoveleiras,luvas e em excesso de velocidade…
Estava eu a cruzar a barraca dos galos de Barcelos com a barraca dos soutiens, quando sou VIOLENTAMENTE atropelado por um veículo de duas rodas, cor-de-rosa munido de uma cestinha com um NENUCO lá dentro.

Xx

Com o embate o raio do boneco, que não usava cinto de segurança, saltou da cestinha e deu-se o ENCONTRO IMEDIATO DO 3ºGRAU com os meus TIN-TINS.
Nessa altura, todas mas todas as pessoas me pareciam verdadeiros marcianos…via tudo às cores….
Daí a musica que tinha ouvido à entrada da feira, já era um aviso
A mãe da petiz pediu-me imensas desculpas ás quais eu disse “não há problema!”.
Mas a senhora reparou que na minha cara de sofrimento, e na minha nova maneira de caminhar.
Já não bastava ser atropelado pelos carrinhos das compras, levei com um NENUCO nos ditos….

Faço aqui um alerta a todos os Homens que resolverem ir à feira:

PF FAVOR USEM COQUINHAS e tenham muita atenção no cruzamento da barraca dos galos de Barcelos com a barraca dos soutiens das mulheres.
ALERTA DADO…depois não digam que não avisei.

A muito custo e acreditem que foi, cheguei ao meu destino.
As barracas dos LELO’S aka ciganos. Andava à procura de uns óculos de sol.
Incrivelmente os lelo’s só tem óculos estilo PLASTIC MAN.

xxx

Não faz muito o meu estilo, não me estou a ver a usar estas roupas justinhas ao corpo, dando um aspecto de mariconço entenda-se BICHONA.
Desisti de procurar… a minha batalha para conseguir uns óculos fui em vão.

No regresso, e como um Homem não é e nem nunca será multitasking como as Mulheres, eu estava a andar e a escrever no tlm ao mesmo tempo, o meu chapéu engatou nas cuecas que se encontravam penduradas nas pontas das barracas e ouso dizer:
“Olhe senhor esse chapéu até lhe fica muito bem!”.
Era bonito era sair da feira com os óculos do PLASTICA MAN, a roupa justinha do dito e umas cuecas de fio dental enfiadas na cabeça, quando passe-se pelos “índios” Maya’s,comecavam era a tocar a musica dos VILLAGE PEOPLE…IN THE NAVY

Meus amigos e amigas sejam felizes, e não se esqueçam UM DIA SEM RIR É UM DIA DESPERDIÇADO.

Anúncios

Leave a comment »

A Dina na praia

x

Pois bem meus amigos e amigas, hoje resolvi aproveitar o dia e fui à praia 🙂

Podia começar este post do género de quando a eu andava na escola e fazia uma composição em que o tema era A PRAIA e começava SEMPRE assim:

EU GOSTO MUITO DA PRAIA mas, a partir de HOJE a coisa mudou de figura.

Depois de colocar tudo na mochila cá vou eu…. Chego lá e como já é normal a praia cheia de petizes dos ATL’s.
Eu ADORO crianças como todos vocês que me conhecem sabem.
Adoro até HOJE, porque o que me aconteceu vou ter que reformular a minha opinião sobre estas autênticas pestinhas.
Passo a explicar!

Chegando lá, arranjo um sitio LONGE da malta que joga à bola, pois tenho um problema com elas também.
Sempre que estou em qq lado em que haja alguém a jogar à bola, aqui o “JE” leva sempre com a dita.
Por isso resolvi escolher um sítio mais calmo na praia.

Fui molhar os pés, e a água estava 5 estrelas. O que não é nada normal aqui no Norte.
Pensei vou tomar uma banhoca….
Estou eu perto do mar e quando dou por mim, encontro-me rodeado de miúdos e miúdas por todo lado, incluindo a DINA, a professora daquele bando de canalha 🙂 🙂

Já dentro de agua e com os miúdos à minha volta a fazer um cagaçal tremendo, agua a saltar por todo lado, aqui vai um BIG MERGULHO.

E a partir daqui começam os meus problemas…

Ao mergulhar, os meus calções não estavam devidamente apertados e ZÁS, fico com o trazeirex á mostra.
Com esta aflição, tento puxar os calções para cima, dou duas valentes goladas de agua salgada o que me faz engasgar e entra-me agua para os olhos estes começam me a arder valentemente.

Já não bastava toda esta aflição, ouço os sacanas dos miúdos a gritar bem alto……

O PROFESSORA DINA, ESTE SENHOR FICOU SEM CALÇÕES!“, isto foi gritado por um bando de 10 ou 12 miúdos.

Eu, com os olhos a arder, a tossir por causa da agua salgada que tinha bebido mas já com os calções no sítio, vejo a professora DINA a rir-se á grande e á francesa.

Mas não dou parte de fraco e continuo na agua como nada fosse. Só me faltava assobiar para o ar, mas não conseguia pois ainda tinha agua salgada na minha garganta 😛
Deixou passar alguns minutos a canalhada recolhe ás suas barracas de praia, e eu recolho à minha toalha muitooooooooooooooo lixado com esta situação.

Finalmente resolvo sair da praia, pois sempre que olhava de lado , além de ter milhares de olhos pequeninos a olhar para mim, reparei que tambem a DINA e as colegas olhavam para mim por cima dos tapa ventos que delimitava a área de ataque daquelas pestes linguarudas.

Resolvo ir para a esplanada, sitio mais sossegado e tranquilo pois ninguém se tinha apercebido do meu desaire.

Até aqui tudo bem, até que chega o transporte que faz a recolha dos miúdos.
E lá vem eles em fila mais ou menos indiana, aos pulos dirigindo-se para a camioneta.
Estava eu agora sentado na esplanada, passam por mim as pestes que me tinham denunciado à professora DINA, e não satisfeitos com isso, voltam ao ataque….

Grita BEM ALTO um dos miúdos: “Olha está ali aquele senhor que ficou sem os calções e ficou com o rabo à mostra!”
A esplanada CHEIA….. Ouvi ao “longe” uns rizinhos baixinhos das pessoas que lá estavam.

Vejo as professoras passarem por mim TODAS SORRIDENTES.

E no fim do grupo a professora DINA, que me acena um com a mão e com um sorriso de orelha a orelha !!!!

Meus amigos e amigas ….. Aquela professora nunca mais vai esquecer este dia de praia. Nem ela nem EU 😛 😛 😛

Leave a comment »

eletrocutado …

x

Pois bem meus amigos e minhas amigas….
Acabei de chegar a casa e quase que “morria” eletrocutado.
Peço desculpas mas este post vai ser curto, pois ainda tenho os dedos dormentes do choque eletrico.
Os dedos e acho eu, o TODO o corpo 😦

Tudo isto deve-se ao facto de eu tentar encaixar o carregador do meu tlm ás escuras.
Como não encontrava a tomada, fui ás chamadas apalpadelas e rápidamente descobri onde esta se encontrava pois enfiei os dedos na dita e apanhei um valente de um choque eletrico que TODOS os pelinhos do meu corpo ficaram em pé.
Todos como quem diz, menos os dos pés, quem leu o último post saberá pq.

Digamos …FEZ-SE LUZ 😛
Digo vos, para quem nunca apanhou nenhum é uma sensação horrivel de um formigueiro que percorre desde a pontinha do dedo mindinho do pé, até á ponta do nariz.

Deixo vos mais uma vez com mais uma das minhas desventuras
bjinhos e abraços dneste vosso amigo que neste momento está se a sentir um
verdadeiro Super Heroi …….Magneto

x

EDP que se cuide 🙂

Leave a comment »

O regresso…. A taralhoquise continua

Bom dia , boa tarde ou boa noite depende da hora que estiverem a ler este post.

Pois é voltei.

Passado alguns anos sem escrever voltei e continuo com a minha famosa taralhoquise em “grande”, passo a explicar.

E como se constuma dizer uma imagem vale mais do que 1000 palavras 🙂

 

 XXXXXXXXX

Agora está na moda aqueles chinelos com chinelos com pompom estilo destes ….

x

EU criei uma versão diferente…Com pelo humano ehehehehhe

Há pois é….pensei que a coisa tinha melhorado, ou seja , desaparecido mas parece que voltou.

Minhas amigas e meus amigos …. voltei para ficar …Abraço e beijinhos e sejam felizes

Leave a comment »

Vamos abrir o Baú dos anos 80´s … o jogo “O MACAQUINHO CHINÊS”

Quem nunca jogou o jogo….1,2,3 macaquinho chinês ?

Ora aqui está um jogo que a malta da “nova geração” se calhar não conhece ou nunca teve o prazer de jogar.

Eu era um… PÉSSIMO jogador do Macaquinho Chinês e porquê?

Porque me começava logo a rir ou a mexer.

Ficava com aquilo que eu chamo de cócegas psicológicas, ou seja, começo a pensar que tenho comichão e tenho mesmo necessidade de coçar.

E ao fazer isto é claro mexia-me e ZÁS …perdia.

Mas porque raio é que deram o nome de Macaquinho Chinês ???

A um jogo onde chineses não jogavam pois ainda não estavam em tão grande numero cá em Portugal e macacos só o de meu nariz.

Se este este jogo fosse traduzido para mandarim chamava-se HÓUZI (traduzido via Google)

E a petizada dizia VAMOS JOGAR AO JOGO DO HÓUZIinho Zhōngguó … era lindo era.

Aqui vai as regras…

Regras:

Número de jogadores: 3 ou mais.

Material: um espaço ao ar livre e uma parede um sitio para contar.

Como se joga: um jogador encosta – se à parede virado de costas para os outros jogadores e diz 1,2,3 macaquinho do chinês enquanto os outros correm ou andam para a parede, quando o jogador se vira os outros jogadores têm de estar em estátua. Quem se mexer volta ao início.
O jogador que conta não pode tocar nem atirar objectos aos jogadores que estão em estátua;
Os jogadores em estátua não podem fechar os olhos nem se mexer;
Ganha quem chegar à parede e disser stop, conseguindo avançar sem ser visto pelo contador.

Leave a comment »

Vamos abrir o Baú dos anos 80´s …programa AGORA ESCOLHA

E …

Apresentado pela Vera Roquete.

Digamos que foi o primeiro programa de tv portuguesa verdadeiramente INTERACTIVO.

Mas comecemos pelo TELEFONE…

Normalmente eram pretos, mais tarde começaram a surgir de outras cores e para nós fazermos uma chamada tínhamos que literalmente “dar ao dedo”.

Lembro-me quando era Petiz, tinha eu uns 10 anitos e liguei para um número dos TELEFONES de PORTUGAL, sim, eu ainda sou do tempo em que a PT era nossa.

Liguei para um número da PT como estava a dizer, que nos informava as HORAS.

O meu avô apanha-me agarrado ao telefone, e diz-me:

“Ó rapaz dá cá isso”.

E começa a ouvir a senhora do outro lado a dizer:

“São 15 horas e 17 minutos”.

Ele como educado que era diz:

“Obrigado minha senhora e desculpe mas é O RAIO DO MEU NETO que tem a mania de fazer telefonemas”.

Mas a “senhora” não se calava e continuava “são 15 horas e 18 minutos”.

E ele voltava novamente à carga “muito obrigado e desculpe sim???”

E eu …. Ria-me à grande J

Claro, depois de ele desligar o telefone, só tinha de CORRER o máximo possível para não levar, como ele dizia, “uma GALHETA”.

Mas voltando ao programa AGORA ESCOLHA…

Aquilo sim era interactivo, a malta ligava para lá a escolher uma das duas séries, ou “O Barco do Amor” ou “O Justiceiro” (o do Kit)

Eu “rezava” que fosse o Kit a ganhar, mas às vezes não tinha tanta sorte e levava com o “Barco do Amor” que se ao menos fosse como o Titanic tinha a sua piada, mas não, o raio da jangada não afundava.

O Michael Night, do Justiceiro, mas versão USA, tinha assim a modos que o cabelo à Marco Paulo, mas era um gajo que guiava uma máquina do caraças.

A versão BR era mais, como deva dizer para não me chamarem Homofóbico…estilo Mariconço.

O Michael dizia:

“KICHIE MI BEM BUSCÁ” (ler em sotaque brasileiro).

“MAIKEU, estou INDO” (ler em sotaque brasileiro).

E lá vinha o “KITCHIE” busca o “MAIKEU”.

Ai que saudades….

Como não tinha carro na altura, tentei pôr umas luzes estilo Kit na minha bicicleta, mas não era a mesma coisa.

E assim se passavam as tardes da malta a ver este Ícone dos anos 80.

Leave a comment »

Vamos abrir o Baú dos 80’s

A MÁQUINA INFERNAL

Quem é que não teve um senão igual parecido?

EU tive…mas o meu jeito ou melhor, a falta do mesmo para dominar este aparelho deveras “PERIGOSO” era muito mas muito grande.

Ou seja, não tinha jeito NENHUM.

Via a malta na tv … claro Canal 1, a fazer piruetas com esta MÁQUINA INFERNAL.

Truques como o do cão, o do baloiço.

Mas isto era só para profissionais, eu era amador E MUITO nesta matéria.

Quando tentava fazer o truque do cão que mencionei anteriormente, corria mal…muito mal.

As minhas partes baixas não gostavam muito de levar com um objeto em alta velocidade e duro nos “ditos”.

As dores eram tais que a vontade de voltar a pegar nesta máquina infernal desapareciam muitoooooo rapidamente.

Mas mais tarde voltava á carga (tótó).

Ao tentar fazer o truque do baloiço, a coisa também não corria lá muito bem.

Basicamente, ficava com os dedos todos ensarilhados nos fios da dita MÁQUINA INFERNAL.

Meus caros PETIZES dos anos 2000, se porventura encontrarem nas caixas dos vossos pais este material (estou a dirigir esta minha preocupação principalmente aos RAPAZES), por favor NÃO MEXER.

Conselho de amigo.

Meus caros Amigos e Amigas….

FAÇAM O FAVOR DE SEREM FELIZES… E ATÉ UM PRÓXIMO POST

Leave a comment »